Lar CidadesTriangulo Nutricionista compara cerveja a “pão líquido” e afirma que bebida pode engordar

Nutricionista compara cerveja a “pão líquido” e afirma que bebida pode engordar

por admin
0 comentário
nutricionista-compara-cerveja-a-“pao-liquido”-e-afirma-que-bebida-pode-engordar


Oi meus amores.
 
O assunto de hoje é cerveja. Muitas pessoas acreditam que uma cervejinha aqui, outra ali não faz mal. Que não atrapalha a dieta e que tudo que falam envolvendo as tão temidas calorias da bebida não passa de mito.
 
Infelizmente, as coisas não funcionam bem assim e a famosa “barriga de chopp” é a prova concreta disso. Por a cerveja ser uma fonte bem concentrada de calorias, não há como contestar o fato que a bebida, se consumida sem moderação e com uma dieta desregrada, pode gerar sim quilos a mais na balança. Para falar sobre o assunto conversei com a nutricionista Camila Oliveira.
 
Segundo ela, a cerveja afeta o metabolismo e pode contribuir para o ganho de peso. “Geralmente uma latinha de cerveja tem em torno de 150 calorias. Quando a bebida é ingerida, o álcool é usado diretamente como fonte de energia fazendo com que o restante da alimentação seja armazenada na forma de gordura”, disse.
 
A profissional comparou a bebida a um “pão líquido”. “A cerveja apresenta calorias altas de carboidratos. Ela ainda contém glúten e faz com que haja a vontade de comer alimentos nada saudáveis, o que pode significar mais calorias em excesso”, afirmou.
 

 
Para a profissional, aquelas pessoas que não abrem mão das bebidas alcoólicas devem optar pela cerveja light (menos calórica) ou fazer substituições sempre que possível. “Seria melhor substituir a bebida por um vinho, pois nesse caso seria haveria nutrientes e não somente calorias vazias. Quanto mais seco o vinho menos é o teor de açúcar dele. Outra opção é optar por destilados sem açúcar”, ressaltou.
 
Camila ainda acrescentou que é possível achar o equilíbrio sem deixar o gosto de lado. “A vida é muito curta para falar não para sempre. Se houver uma alimentação saudável aliada a uma prática de atividades físicas e um consumo moderado de bebida, a balança não será um problema. Procurar um profissional de saúde para traçar metas e buscar esse equilíbrio é muito importante”, afirmou.
 
Espero que tenham gostado da matéria. Quero saber de vocês o que fazem para não deixar a cervejinha sendo a “vilã” da balança. Beijos da Si.

você pode gostar

Deixe um comentário