Lar Cidades Pouso Alegre reforça prevenção de enchentes

Pouso Alegre reforça prevenção de enchentes

por
0 comentário
pouso-alegre-reforca-prevencao-de-enchentes


Investimento em obras de drenagem no bairro São Judas Tadeu são parte do planejamento urbano para evitar perdas causadas pelas chuvas Prefeitura está empenhada em promover melhorias significativas na infraestrutura urbana de Pouso Alegre e começou obras de contenção do ribeirão no São Judas Tadeu
Crédito: Prefeitura de Pouso Alegre
O problema das enchentes tem sido um desafio desde que o processo de formação de cidades começou no Brasil, mas se tornou mais intenso com o avanço da urbanização nas últimas décadas. Com as mudanças climáticas afetando ainda mais o cenário, inclusive fora de estações de chuva, o poder público de Pouso Alegre, município de Minas Gerais, tem reforçado a prevenção de tragédias com investimento no sistema de macrodrenagem.
Apenas na infraestrutura do ribeirão que passa pelo bairro São Judas Tadeu, localizado nas proximidades da BR-459, a cidade deve investir um recurso próprio de R$ 6 milhões. A região tem papel crucial no escoamento das águas pluviais e vai ganhar galerias novas e ampliadas.
As obras já estão em andamento e vão redimensionar o sistema hídrico local. A meta é otimizar o fluxo das águas e reduzir os riscos de transtornos causados pelas chuvas intensas.
De acordo com a Prefeitura, as melhorias significativas na infraestrutura urbana visam, sobretudo, garantir o bem-estar e a segurança dos moradores.
“A Prefeitura está ciente dos desafios enfrentados, especialmente com as mudanças climáticas. Por isso, estamos empenhados em fortalecer nossa infraestrutura de drenagem na cidade. No bairro São Judas Tadeu, estamos ampliando e modernizando o sistema, uma obra aguardada há décadas”, destaca o secretário municipal de Infraestrutura, Obras e Serviços Públicos, Alexandre Luciano de Oliveira.
Obra vai substituir galerias e redimensionar contenção de chuvas na área do bairro São Judas Tadeu
Crédito: Prefeitura de Pouso Alegre
Desafio hídrico
O bairro São Judas Tadeu é parte integrante do sistema de drenagem do Ribeirão das Mortes, corpo hídrico pelo qual há grande parte do escoamento das águas pluviais da região.
O histórico do local é marcado por enchentes e alagamentos recorrentes, sendo os períodos chuvosos, como o Verão, os que mais preocupam a comunidade.
As medidas de macrodrenagem nesse local vem para reduzir os danos e garantir um futuro mais programado para a cidade e para quem vive ali.
Objetivo é minimizar efeitos da chuva na vida da população de Pouso Alegre e no meio ambiente
Crédito: Prefeitura de Pouso Alegre
Efeito macro
Localizada na Bacia Hídrica do Mandu, Pouso Alegre enfrenta cheias do rio Sapucaí Mirim e do Rio Mandu, que afetam casas e comércios nas proximidades da BR-459. Às intervenções em São Judas Tadeu, portanto, vêm para prevenir e combater situações como as das chuvas intensas de 2022, que acabaram por provocar o desabamento de parte da pista da BR-459, entre Congonhal e Senador José Bento (MG).
Prefeitura de Pouso Alegre (MG)
Site: www.pousoalegre.mg.gov.br
Instagram: @prefeituradepousoalegre
Facebook: @PrefeituradePousoAlegre
Youtube: @tvPMPA

você pode gostar

Deixe um comentário